Dia de Chuva

Dia de chuva

Quem pensa em poesia num dia de chuva?
Quando o céu está cinza e a cidade encharcada
Quando na feira há orvalho na uva
Mas a uva na feira continua parada
Quem dá o sinal de largada?
Se os carros não andam na cidade encharcada
Quem pensa em poesia num dia de chuva?
Correndo molhado com a cabeça abaixada
Por cima da testa a notícia molhada
No papel a foto da barreira estourada
Quem pensa num dia de chuva?
Andando encharcado pela calçada
Te sujam de lama e não dizes nada
Afinal de contas só restam as contas
Um parente te liga: “Segura as pontas”
Não tem contos de fada
Que dia de chuva!
A luz apagou, a rua alagada
A casa caiu e já é madrugada
Que dia de merda!
– Bom dia.
– Que nada!

D.V

Aqui o melhor comentarista é você!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s